Desenvolvemos unidades habitacionais com excelente custo x benefício,
através da qualidade de seus empreendimentos.

FALE CONOSCO
Quarentena: entenda o que muda nos financiamentos residenciais da Caixa, obras e entregas de unidades

"Meu apartamento vai ficar pronto? Quando posso fazer a visita e pegar as chaves? O financiamento pela Caixa Econômica Federal vai ser pausado ou adiado?" Essas e outras dúvidas têm sido frequentes nas plataformas de atendimento de construtoras e imobiliárias nas últimas semanas. 

Para ajudar a elucidar o que muda no planejamento e na rotina de seus clientes com a quarentena ocasionada pela pandemia do Coronavírus, a Valor Real realizou neste domingo (5) uma live em seu perfil no Instagram (@vrcnstrucoes), com a participação de cerca de 600 clientes. Confira os principais pontos levantados, que foram esclarecidos pelo co-presidente da construtora, Antonio Lage.

Parcelas da Caixa e juros de obras

Quando a quarentena começou, chegaram os primeiros questionamentos sobre obras paradas e juros de obras, que são cobrados pela Caixa. Na semana passada, saiu o comunicado oficial da instituição informando que, além de pausar as prestações de financiamento, os clientes podem pausar os juros de obra. Basta acessar o aplicativo da Caixa, colocar o número do contrato (quem não tiver, é só pedir para o corretor ou construtora) e conferir.

Por enquanto, a prorrogação será de 60 a 90 dias. Ou seja, até três prestações. E isso vale não só para financiamento habitacional, mas CDC (Crédito Direto Caixa), crédito pessoal, renegociação e microcrédito: tudo com 90 dias de pausa. Esse período de pausa será incorporado nas parcelas futuras: se o financiamento é de 30 anos, esses três meses de pausa serão incorporados nas parcelas ao longo dos 30 anos, de forma bastante diluída. 

Uma ressalva: os clientes que assinaram contrato em março ou início de abril, não conseguem pausar os juros de obra, pois a cobrança ocorre em 30 dias. Quando o contrato for registrado em cartório pela construtora, a pausa poderá ser solicitada. Isso deve ocorrer em breve, com a reabertura dos cartórios de registro de imóveis.

O objetivo da Caixa é dar fôlego para os clientes neste momento delicado. Tendo outras dúvidas, a melhor fonte é sempre o site e o aplicativo da Caixa, mas toda equipe da Valor Real está à disposição.

Paralisação de obras

A Valor Real foi uma das construtoras que resolveu paralisar os canteiros de obras, apesar da liberação do setor pelo decreto do governo do estado, que o enquadra como atividade essencial. Houve uma paralisação de duas semanas entre os dias 23 de março e 5 de abril e as obras serão retomadas nesta semana, mantendo o setor administrativo em home office.

Ainda existe uma incerteza muito grande em relação ao Coronavírus e às medidas de prevenção, mas uma série de protocolos da indústria da construção civil está sendo elaborada pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção, em conjunto com os sindicatos patronais e de empregados, para permitir o andamento seguro dos trabalhos e para que os canteiros de obras não se tornem focos de disseminação da doença. Todos os funcionários que pertencem aos grupos de risco permanecerão afastados. A Valor Real segue com afinco as recomendações de higiene pessoal e de distanciamento.

Visitas e entregas de chaves

Devido ao isolamento social, haverá algum impacto na entrega das chaves e agendamento de visitas e vistorias nas unidades. Mas este impacto será pequeno, já que todas as obras estão muito adiantadas. Nossa previsão é de um atraso estimado de 20 dias na conclusão das obras para os empreendimentos com entrega para 2020. Para os residenciais que previstos para 2021 e 2022, esse atraso tende a ser recuperado no decorrer dos próximos meses e provavelmente não haverá qualquer alteração.

Vale lembrar que, contratualmente, existe uma previsão de até 180 dias de atraso, pois o setor da construção civil é sujeito a intempéries. No caso da pandemia em que vivemos, isso vai além e afeta todas as áreas econômicas do país. Na Valor Real, a premissa é não atrasar nenhuma entrega na medida do possível e na tentativa de reduzirmos aos máximos os transtornos para os clientes.

Nesse momento de pandemia, é preciso paciência. O agendamento de visitas está suspenso por enquanto, para evitar aglomeração de clientes. Será feito no momento oportuno para garantir as necessidades e expectativas de todos.

Andamento das obras

O andamento de cada obra pode ser acompanhado através do tour virtual, inclusive com imagens de drone, que a Valor Real atualiza mês a mês tanto no site quanto instagram. Abaixo, segue o calendário atualizado das entregas, caso não haja nenhuma nova interrupção devido à pandemia:

·         Mar del Plata: até 30 de abril;

·         Pinhais Park: até 15 de maio;

·         La Serena: até 30 de maio;

·         Canoas: até 30 de junho;

·         The One: até 5 de setembro

·         Monte Carlo: até 15 de setembro;

·         San Pietro: em dezembro.

Pagamento da entrada

Cada cliente tem seu modelo de financiamento, entrada e parcelamento. Os acordos de entrada variam de 15 a 20 vezes até a entrega das chaves. Vamos avaliar casos extremos, por exemplo de perda de empregos. Estamos abertos a conversar caso a caso.

Vale lembrar que, para novos fechamentos de contrato, a Valor Real está com uma promoção de 90 dias, com início do pagamento da entrada apenas em junho.

Para outros questionamentos e dúvidas pontuais, a equipe comercial da construtora está disponível pelo chat do site ou pelo telefone (41) 3046-3102.